Bolsonaro é recebido por multidão na Bahia aos gritos de ‘a nossa bandeira jamais será vermelha’. VÍDEO.


Bolsonaro é recebido por multidão na Bahia aos gritos de ‘a nossa bandeira jamais será vermelha’

O presidente Jair Bolsonaro foi à Bahia, onde participa da Cerimônia de Assinatura do Contrato de Concessão da Ferrovia de Integração Oeste-Leste I. Na chegada, Bolsonaro foi recebido por uma multidão vestida de verde e amarelo, com bandeiras do Brasil, aos gritos de “mito” e “a nossa bandeira jamais será vermelha”.

Presidente chegou em Vitória da Conquista por volta das 8h30 desta sexta-feira (3). De lá, ele pegou helicóptero até Tanhaçu, onde cerimônia de formalização foi feita. Essa foi a 3ª vez dele na Bahia este ano.

O presidente Jair Bolsonaro esteve na Bahia nesta sexta-feira (3), para visitar as obras da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (FIOL), na cidade de Tanhaçu, sudoeste do estado. Ele participou da cerimônia de formalização do contrato de concessão do trecho de 537 km da via.

O avião presidencial pousou no Aeroporto Glauber Rocha, em Vitória da Conquista, que fica a cerca de 130 km de Tanhaçu, por volta das 8h30. De lá, Bolsonaro seguiu de helicóptero para Tanhaçu, onde chegou cerca de uma hora depois.

Esta é a terceira viagem do presidente à Bahia neste ano. Nas duas anteriores – em janeiro a Coribe e em abril a Feira de Santana –, o presidente entregou partes de obras de adequação de rodovias federais: as BRs 135 e 101, respectivamente.

Nesta sexta-feira, a Bahia Mineração (Bamin) assume oficialmente o trecho da FIOL que fica entre as cidades baianas de Caetité e Ilhéus. Essa concessão acontece após o leilão vencido pela mineradora em abril.

Os ministros da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, do Turismo, Gilson Machado, e da Cidadania, João Roma, acompanham o presidente na visita. 

Ferrovia de Integração Oeste-Leste

As obras de construção da FIOL começaram em 2011, em uma parceria entre os governos federal e da Bahia. No entanto, por falta de verbas, foi paralisada entre 2015 e 2017. A previsão era de que a FIOL tivesse construção concluída em 2014, mas ela segue sem previsão de finalização.

Quando concluída, a FIOL deve reduzir os custos de transporte de grãos, álcool e minérios destinados ao mercado externo.

Depois da assinatura da concessão em Tanhaçu, o presidente retornou para Vitória da Conquista. Nesta tarde, Bolsonaro seguirá para o Recife, em Pernambuco, onde participará de uma cerimônia de inauguração das instalações da Escola de Formação de Luthier e Archetier da Orquestra Criança Cidadã.


FONTE: FOLHAPOLITICA.ORG

LEIA TAMBÉM: 



Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();