URGENTE: Alexandre de Moraes manda prender professor Catarinense apoiador de Jair Bolsonaro



Márcio Giovani Nique, o Professor Marcinho, foi detido em Santa Catarina na véspera das manifestações de 7 de Setembro

Na véspera das manifestações em apoio ao governo de Jair Bolsonaro previstas para todo o país, o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), mandou prender mais um simpatizante do presidente. Trata-se de Márcio Giovani Nique, conhecido nas redes sociais como Professor Marcinho.

A prisão preventiva foi solicitada pela Procuradoria-Geral da República (PGR) e referendada pelo magistrado. Marcinho foi preso em Santa Catarina.

Segundo Moraes, o apoiador de Bolsonaro propagava ameaças e incitava ataques violentos ao STF.

Como noticiamos há pouco, o mesmo Moraes bloqueou a conta do jornalista Oswaldo Eustáquio — outro defensor de Bolsonaro nas redes — no Twitter e seu canal no YouTube.

Em uma live nas redes sociais há alguns dias, Professor Marcinho disse que “um empresário grande está oferecendo uma grana federal que vai sair pela cabeça do Alexandre de Moraes, vivo ou morto”. Ele também afirmou saber da existência de um grupo armado no Brasil cujo objetivo seria caçar “ministro [do STF] onde quer que eles estejam”.

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();