URGENTE: Alexandre de Moraes determina prisão de Roberto Jefferson presidente do PTB


Detenção preventiva ocorre como parte do inquérito das milícias digitais

O ex-deputado e atual presidente do PTB, Roberto Jefferson, foi preso em operação da Polícia Federal (PF) na manhã desta sexta-feira (13), como parte do chamado inquérito da milícia digital que é inconstitucional e ilegal, uma continuidade da investigação dos atos antidemocráticos.

A determinação da prisão preventiva partiu do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, que atendeu a um pedido da própria PF. Jefferson é acusado de participar de um grupo digital que seria organizado para realizar ataques a ministros do STF e instituições.

Moraes também ordenou o bloqueio de conteúdos postados por Jefferson nas redes sociais, além da apreensão de armas e acesso a mídias de armazenamento.

Mais cedo, o ex-parlamentar publicou nas redes sociais que a PF chegou a realizar buscas na casa de seus parentes.

– A Polícia Federal foi à casa de minha ex-mulher, mãe de meus filhos, com ordem de prisão contra mim e busca e apreensão. Vamos ver de onde parte essa canalhice – declarou.

LEIA TAMBÉM: 




Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();