TRF-3 beneficia Lula e suspende ação por lavagem de dinheiro



Petista é acusado pelo Ministério Público Federal de receber R$ 1 milhão através de seu instituto

O Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF3) suspendeu uma ação penal em que o ex-presidente Lula era acusado de lavagem de dinheiro. Por unanimidade, a 5ª Turma seguiu o voto do juiz federal Paulo Gustavo Guedes Fontes. No começo de julho, o magistrado havia dado decisão provisória trancando o processo até que o colegiado decidisse sobre o caso em definitivo.

Segundo investigações do Ministério Público Federal (MPF), Lula recebeu R$ 1 milhão através de seu instituto para aproximar o governo de Guiné Equatorial e o grupo brasileiro ARG, com a finalidade de a empresa se instalar no país africano. As apurações começaram em São Paulo, mas tiveram como base e-mails apreendidos em 2016, por ordem do ex-juiz Sergio Moro.

Contudo, depois de o Supremo Tribunal Federal determinar a parcialidade de Moro nos julgamentos envolvendo o petista, o TRF3 entendeu que as provas “perderam a validade”. Agora, restam apenas dois processos contra Lula: um sobre verbas do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social para a Odebrecht e um sobre tráfico de influência envolvendo caças da FAB.

LEIA TAMBÉM: 




Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();