PTB divulga nota sobre prisão: “Perseguição aos conservadores”



Diretório do partido defende que seu presidente sempre respeitou a Constituição Federal

O Diretório Nacional do PTB emitiu uma nota, no final da manhã desta sexta-feira (13), demonstrando “incredulidade” quanto à prisão do presidente nacional da sigla, Roberto Jefferson. De acordo com a nota, a prisão demonstra uma “tentativa de censurar o presidente da legenda, impedindo-o de exercer seu direito à liberdade de opinião e expressão por meio das redes sociais”.

O PTB alega que foi “surpreendido” no que classificou como “medida arbitrária orquestrada” do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes. O partido também afirma no documento que Jefferson sempre respeitou a Constituição Federal.

– Este é mais um triste capítulo da perseguição aos conservadores. Nosso partido espera que a justiça veja o quão absurda é este encarceramento – diz a nota.

LEIA TAMBÉM: 




Leia na íntegra:

O Partido Trabalhista Brasileiro, por seu Diretório de São Paulo, soube pela imprensa da ordem de prisão lavrada contra o presidente do partido, Roberto Jeffferson, não tendo tido acesso até agora ao conteúdo da decisão.

Vale lembrar que o acesso à resolução e à integra dos autos é direito constitucional (nos termos da súmula vinculante nº 14, do Supremo Tribunal Federal), motivo pelo qual espera-se em breve ter acesso ao conteúdo do decidido.

Cumpre notar que o PTB e seus dirigentes sempre respeitaram e continuam a respeitar o Estado Democrático de Direito e a Constituição Federal, em todos os seus ditames.

Após acesso à decisão e à íntegra dos autos, o PTB-SP apresentará nova nota pública.

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();