PF transforma Lamborghini apreendida em Superviatura


O carro pode ir de zero a 100 km/h em 3,7 segundos

A Justiça brasileira autorizou a Polícia Federal (PF) de Curitiba a utilizar um carro de luxo, avaliado em R$ 800 mil e que foi apreendido em julho de 2021, como uma viatura oficial.

A Lamborghini modelo Gallardo LP 560-4 possui motor de 10 cilindros, potência de 560 cavalos e é capaz de ir de zero a 100 km/h em 3,7 segundos. O veículo, que pode atingir a velocidade máxima de 325 km/h, pertencia a Cláudio José de Oliveira, o “Rei do Bitcoin”, preso no âmbito da Operação Daemon por estelionato, organização criminosa e crimes financeiros.

Contudo, segundo a PF, o veículo deverá ser usado apenas em “exposições, eventos e ações pedagógicas de repressão ao crime organizado e descapitalização de bens das organizações criminosas”. Portanto, não será utilizado em operações rotineiras da corporação.

Embora já tenha sido customizado, o carro foi cedido de forma provisória e será devolvido à Justiça Federal assim que for marcado o leilão que negociará a venda de todos os bens apreendidos na Operação Daemon. O dinheiro arrecadado com as vendas será revertido para as vítimas das fraudes de Cláudio e do grupo criminoso ao qual ele pertencia.

 LEIA TAMBÉM: 

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();