Lava Jato: Procuradoria do DF denuncia Lula e mais 7 por crimes de corrupção ativa, corrupção passiva e lavagem de dinheiro


Caso é referente à propina da Odebrecht

A Procuradoria da República no Distrito Federal ratificou uma denúncia da Lava Jato contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). O caso se refere à compra de um terreno para o Instituto Lula e de um apartamento, que teriam sido bancados pela empreiteira Odebrecht. O ex-ministro da Fazenda Antônio Palocci e o empresário Marcelo Odebrecht também estão envolvidos e foram denunciados.

O terreno foi avaliado em R$ 12 milhões, e o apartamento, uma cobertura, em R$ 504 mil, vizinho à residência de Lula em São Bernardo do Campo, na Região Metropolitana de São Paulo.

A acusação ratificada foi feita pelo MPF no Paraná e recebida por Sergio Moro em dezembro de 2016, mas acabou sendo transferida para Brasília recentemente, após decisão do Supremo Tribunal Federal (STF).

– Em razão do extenso lastro probatório, qualquer procurador poderia subscrever novamente a denúncia, e não há nulidade a ser reconhecida nesse momento – disse o procurador Frederico Paiva, em nota obtida pela Folha de S. Paulo.

LEIA TAMBÉM: 


 

2 comentários:

  1. Este verme tem que ser preso, pr tempo indeterminado. Devolver aos cofres públicos, todo dinheiro saqueado.

    ResponderExcluir

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();