Investimentos diretos no Brasil crescem 16,5% em julho



A soma chega a US$ 6 bilhões, o maior valor para o mês desde 2014

O volume de Investimentos Diretos no País (IDP) chegou a US$ 6,1 bilhões em julho, avançando 16,5% sobre o mesmo período de 2020. É o maior valor para o mês desde 2014, quando o registro atingiu US$ 9 bilhões. 

A quantia acumulada em 2021 atingiu US$ 31,8 bilhões, aumentando 9,7% sobre igual intervalo em 2020. Os são da nota de Setor Externo, divulgada pelo Banco Central nesta quarta-feira, 25.

O IDP é formado pelo retorno de investimentos brasileiros no exterior, recursos da participação no capital e por empréstimos diretos concedidos a filiais de empresas multinacionais no país.

Os recursos estrangeiros investidos no país chegaram a US$ 34,1 bilhões em 2020, o que é 50% menos que o montante de 2019. Para este ano, o BC prevê que o número suba para US$ 60 bilhões.

No ano passado, os investimentos estrangeiros no país somaram US$ 34,1 bilhões, queda de 50% ante o ano anterior. Para 2021, a expectativa do BC é de que o número acelere no segundo semestre, atingindo US$ 60 bilhões até o fim do ano.

LEIA TAMBÉM: 

 


 

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();