Hipócrita: Doria promove aglomerações em inauguração de estação de trem


 

Prefeito Ricardo Nunes e o secretário estadual de Saúde também estavam no local

O governador de São Paulo, João Doria, inaugurou nesta terça-feira (10) uma nova estação de trem, e houve aglomerações no evento. Não havia controle de limite de público.

Cerca de 300 pessoas estiveram presentes na inauguração da estação Mendes-Vila Natal, da linha 9-Esmeralda da CPTM, e muitas não usavam máscaras.

Quando questionado, Doria evitou comentar sobre a aglomeração, enquanto o secretário de Saúde, Jean Gorintcheyn, disse que “não era o que o governador queria, não era o que o cerimonial queria, mas eventos populares eventualmente causam aglomeração”.

O governador ressaltou que pretende batizar a estação com o nome do ex-prefeito Bruno Covas.

A estação é a última da linha, após a parada do Grajaú, e irá beneficiar diariamente 15 mil pessoas, segundo o governo estadual.

Além de Doria e Gorintcheyn, também estavam presentes no evento o prefeito Ricardo Nunes, o vice-governador Rodrigo Garcia, o vereador Milton Leite e o deputado federal Alexandre Leite.

LEIA TAMBÉM: 




Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();