GOLPE À VISTA: Bolsonaro deve depor no TSE que poderá torná-lo inelegível


//

Inquérito investiga falas do presidente contra a legitimidade das eleições

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) pretende chamar o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) para depor após declarações do chefe do Executivo sobre a existência de uma suposta fraude eleitoral. Também devem ser convocados os demais participantes da live que tratou sobre o assunto na última quinta-feira (29). Entre os integrantes estava o ministro da Justiça, Anderson Torres.

LEIA TAMBÉM: 


 

O inquérito administrativo iniciado nesta terça-feira (3) pode deixar o presidente inelegível caso avance

As investigações miram nas recentes declarações do chefe do Palácio do Planalto, de que as eleições de 2022 podem não ocorrer caso não haja aprovação do voto impresso auditável.

A sugestão de abrir um inquérito sobre o caso veio do corregedor-geral Eleitoral, ministro Luís Felipe Salomão.

Além da investigação, o TSE também encaminhou a live para o STF (Supremo Tribunal Federal), onde ocorre a apuração contra as fake news, sob relatoria do ministro Alexandre de Moraes.

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();