Caged confirma que “pandemia Dilma” foi pior para os empregos que a covid, Governo Bolsonaro já gerou mais empregos que Dilma Rousseff em seus dois mandatos


Durante os cinco anos e meio , dois mandatos em que a ex-presidente Dilma Rousseff permaneceu no Planalto, foram criados 2,557 milhões de empregos formais, e nem sequer havia preocupação com o coronavírus, distanciamento social, e a crise subsequente. 

Em dois anos e 10 meses, o governo atual criou mais de 3 milhões de empregos com carteira assinada, apesar de um ano e meio enfrentando a covid-19 e com distanciamento obrigatório.


Iludiu muita gente

Dilma começou bem. Foram 1,944 milhão de empregos em 2011, segundo melhor ano da série histórica, mas jogou todos fora em 2015.


Do céu ao inferno

No último ano completo de governo, Dilma registrou o pior resultado da série história ao deixar na rua da amargura 1,542 milhão de pessoas.


Apesar da pandemia

O ano de 2021 até Outubro já soma 2,6 milhões de empregos formais e passa a ser o melhor resultado da série histórica.

Dados do Novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Novo Caged) divulgados, nesta terça-feira (30), pelo Ministério do Trabalho e Previdência, registraram saldo positivo do emprego com carteira assinada em outubro em 253.083 postos de trabalho. No acumulado de janeiro a outubro de 2021, o saldo é de mais de 2,6 milhões de novas vagas de emprego.

O ministro do Trabalho e Previdência, Onyx Lorenzoni, destaca que o Caged manteve o saldo positivo no emprego formal desde janeiro, uma demonstração clara da recuperação formal da economia.

“Apenas neste ano, mesmo com os efeitos ainda do ‘fique em casa, a economia a gente vê depois’, conseguimos gerar mais de 2,6 milhões de novos postos formais de trabalho”, celebrou. De julho de 2020 a outubro de 2021, período de retomada do emprego formal, foi anunciado saldo positivo de 3.852.591 novas vagas. “Além disso, desde o início do governo do Presidente Jair Bolsonaro, de janeiro de 2019 a outubro de 2021 já mais de 3,0 milhões de novas vagas”, exaltou

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();