Bolsonaro: “TSE quer eleger Lula dentro de sala escura”



Presidente acredita que o ministro Barroso quer favorecer o petista

O presidente Jair Bolsonaro voltou a fazer críticas contra o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luís Roberto Barroso, e a reforçar defesa à adoção do voto impresso auditável nas eleições de 2022. 

Segundo o chefe do Executivo, a anulação das condenações do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ocorreu para eleger o petista “dentro de uma sala escura do TSE”.

LEIA TAMBÉM: 


 

– Não podemos admitir isso – disse Bolsonaro em entrevista à Rádio 96 FM, de Natal (RN).

Ao afirmar que a defesa do voto impresso é para garantir “eleições limpas”, Bolsonaro diz que já conta com o apoio do presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), na pauta.

– Temos Lira dizendo que o que o parlamentar decidir será executado, e obviamente vai contar com meu apoio também nessa proposta – comentou.

Mais cedo, na manhã desta quarta-feira (4), Lira disse ao Jornal Gente, da Rádio Bandeirantes, que não será aceito que a Justiça Eleitoral legisle e, alinhando-se ao discurso de Bolsonaro, ressaltou que, se há a discussão sobre o tema, é preciso que tenha alguma forma de auditagem dos votos, a fim de evitar qualquer contestação da eleição.

– Quando se fala de internet, não existe sistema seguro – endossou Bolsonaro.

*Com informações da AE

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();