Afeganistão: Pessoas desesperadas fugindo do Talibã para não morrerem e Jornalista da CNN critica que estão sem máscara



Após reportagem sobre situação no país, Carla Vilhena questionou fato de ver só duas pessoas usando o item

A apresentadora Carla Vilhena, da CNN Brasil, fez uma observação no mínimo questionável, durante o programa Visão CNN desta segunda-feira (16). Após a exibição de uma reportagem que falava sobre a situação dos moradores do Afeganistão, depois da tomada de poder do país pelo Talibã, Vilhena questionou a falta de uso de máscara de proteção contra a Covid-19 pela população.

– Outra coisa que me chamou a atenção foi a falta de máscara. Você viu que só dois, um até com o nariz de fora, usavam máscara, sendo que o Afeganistão é um dos países menos vacinados do mundo? – questionou.

O pedido de máscara feito pela apresentadora parece completamente desconexo da realidade, dada a situação vivenciada no país. Durante esta segunda-feira (16), por exemplo, uma confusão no aeroporto de Cabul, capital do Afeganistão, deixou mortos em meio a uma multidão que tentava embarcar em aviões para deixar o país. Pessoas também morreram ao pendurarem-se em aeronaves.

A queda do governo afegão para a tomada de poder do Talibã acontece 20 anos após o grupo extremista ser expulso de Cabul pelos Estados Unidos, que invadiram o país dias após os ataques de 11 de setembro de 2001. No último mês de abril, o presidente dos EUA, Joe Biden, havia anunciado a retirada de todas as tropas norte-americanas do Afeganistão até o fim do mês.


Um comentário:

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();