PANDEMIA LUCRATIVA: Ações da indústria farmacêutica sobem até 5.200% durante pandemia



Norte-americana Novavax registrou a maior alta no período de crise sanitária.

Com o desenvolvimento de vacinas contra a Covid-19, as indústrias farmacêuticas estão tendo alto retorno financeiro. De março de 2020 até o momento, as ações dessas empresas saltaram até 5.200%, segundo estudo feito pela plataforma Economatica.

LEIA TAMBÉM: Morre de covid-19 aos 44 anos, Médico ortopedista em Curitiba, médico já tinha se vacinado com 2 doses da CORONAVAC

Pai do prefeito Eduardo Paes morre aos 78 anos vítima de covid-19, Valmar Paes se vacinou em Março com 2° dose da CORONAVAC

CPI DA COVID: STF PROTEGE E FORMA MAIORIA PARA PROIBIR CONVOCAÇÃO DE GOVERNADORES

URGENTE: Relatório do CDC dos EUA admitem mais hospitalizações de jovens por causa da vacina com miocardite e pericardite do que do vírus COVID-19

O levantamento só considerou companhias que trabalharam ou ainda trabalham na produção de vacinas contra a doença e que são devidamente listadas na bolsa de valores de seus respectivos países.

A farmacêutica norte-americana Novavax, por exemplo, que desenvolve um imunizante em fase final do ensaio clínico, foi a que mais valorizou no período de pandemia, pois saltou 5.200%.

A segunda corporação que mais viu as suas ações crescerem foi a Moderna Therapeutics, com 1.100%, seguida pela BioNTech (+596%), pela Astrazeneca (+18%), pela Jhonson (+13%), pela Pfizer (+12%) e pela Sanofi (+4%).

A única farmacêutica do estudo que não teve suas ações valorizadas foi a canadense Zymeworks, com queda de 22%.

Em valor de mercado, depois da BioNTech (157%), a empresa que mais cresceu foi a AstraZeneca (19%), seguida pela Jhonson (16%), Novavax (12,9%) e Sanofi (4%). A Pfizer e a Zymeworks registraram queda no período, com recuo de 2% e 11%, respectivamente.


Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();