Ministro da Defesa e comandantes das Forças Armadas emitem nota de repúdio as declarações levianas de Omar Aziz



"As Forças Armadas não aceitarão qualquer ataque leviano", destaca o texto

Nesta quarta-feira (7), o ministro da Defesa, Walter Braga Netto, e os comandantes Marinha do Brasil, do Exército Brasileiro e da Força Aérea Brasileira emitiram uma nota oficial de repúdio ao presidente da CPI da Covid, Omar Aziz.

No texto, eles destacam que Aziz desrespeitou as Forças Armadas, “generalizando esquemas de corrupção”.

– Essa narrativa, afastada dos fatos, atinge as Forças Armadas de forma vil e leviana, tratando-se de uma acusação grave, infundada e, sobretudo, irresponsável. (…) As Forças Armadas não aceitarão qualquer ataque leviano às instituições que defendem a democracia e a liberdade do povo brasileiro.

LEIA TAMBÉM: Morre de covid-19 aos 44 anos, Médico ortopedista em Curitiba, médico já tinha se vacinado com 2 doses da CORONAVAC

Pai do prefeito Eduardo Paes morre aos 78 anos vítima de covid-19, Valmar Paes se vacinou em Março com 2° dose da CORONAVAC

CPI DA COVID: STF PROTEGE E FORMA MAIORIA PARA PROIBIR CONVOCAÇÃO DE GOVERNADORES

URGENTE: Relatório do CDC dos EUA admitem mais hospitalizações de jovens por causa da vacina com miocardite e pericardite do que do vírus COVID-19

Leia, abaixo, a nota na íntegra:

O Ministro de Estado da Defesa e os Comandantes da Marinha do Brasil, do Exército Brasileiro e da Força Aérea Brasileira repudiam veementemente as declarações do Presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito, Senador Omar Aziz, no dia 07 de julho de 2021, desrespeitando as Forças Armadas e generalizando esquemas de corrupção.

Essa narrativa, afastada dos fatos, atinge as Forças Armadas de forma vil e leviana, tratando-se de uma acusação grave, infundada e, sobretudo, irresponsável.

A Marinha do Brasil, o Exército Brasileiro e a Força Aérea Brasileira são instituições pertencentes ao povo brasileiro e que gozam de elevada credibilidade junto à nossa sociedade conquistada ao longo dos séculos.

Por fim, as Forças Armadas do Brasil, ciosas de se constituírem fator essencial da estabilidade do País, pautam-se pela fiel observância da Lei e, acima de tudo, pelo equilíbrio, ponderação e comprometidas, desde o início da pandemia Covid-19, em preservar e salvar vidas.

As Forças Armadas não aceitarão qualquer ataque leviano às Instituições que defendem a democracia e a liberdade do povo brasileiro.

Walter Souza Braga Netto

Ministro de Estado da Defesa


Alte Esq Almir Garnier Santos

Comandante da Marinha


Gen Ex Paulo Sérgio Nogueira de Oliveira

Comandante do Exército


Ten Brig Ar Carlos de Almeida Baptista Junior

Comandante da Aeronáutica

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();