Governo da Paraíba entra com ação judicial para cobrar de um bombeiro militar a quantia de R$ 33 mil para conserto de uma viatura que o profissional de segurança dirigia em uma ocorrência


COPM repudia ação judicial do Governo cobrando indenização de bombeiro para consertar viatura.

O Clube dos Oficiais da Polícia e Bombeiro Militares da Paraíba emitiu uma nota repudiando a atitude do Governo do Estado em ingressar com uma ação judicial para cobrar de um bombeiro militar a quantia de R$ 33 mil para conserto de uma viatura (ABT) que o profissional de segurança dirigia em uma ocorrência, quando para livrar uma dupla de motociclistas se chocou em uma árvore.

O acidente ocorreu, segundo consta dos autos do processo, em 2011, e durante 10 anos o sargento do Corpo de Bombeiros vem enfrentando a ação judicial.

“Estamos aqui tratando de uma ação judicial do Governo do Estado contra um companheiro , que estava de serviço, numa ocorrência, arriscando sua vida para salvar vidas.

LEIA TAMBÉM: 


 Papa Francisco se posiciona e choca o mundo, Papa pediu aos cubanos que parassem de protestar contra ditadura

Durante os últimos 10 anos o sargento vive o drama de enfrentar um processo judicial por um acidente ocorrido quando estava atendendo uma ocorrência. E consta dos autos que o bombeiro se deparou com uma manobra perigosa de motociclistas, e no momento desviou do acidente com a moto, indo colidir com uma árvore na avenida Epitácio Pessoa”, diz a nota do Clube dos Oficiais.

“O profissional do Corpo de Bombeiros , em 2011, época dos fatos, tinha 22 anos de serviço à instituição, dos quais 18 anos dirigindo o veículo, nunca tendo se envolvido em qualquer outro acidente, com conduta profissional exemplar e elogios em sua ficha disciplinar”, acrescenta a nota.

CLUBE DOS OFICIAIS DA POLÍCIA E BOMBEIRO MILITARES DA PARAÍBA

NOTA

A diretoria do Clube dos Oficiais e Bombeiros Militares da Paraíba, vem de público, externar o mais veemente repúdio, ao tratamento dispensado pelo Governo do Estado que processou um sargento do Corpo de Bombeiros que conduzia uma viatura (ABT) numa ocorrência para combater um incêndio e se envolveu em um acidente na avenida Epitácio Pessoa.

Pasmem , senhores e senhoras !

O Governo do Estado ingressou com uma ação na Justiça para cobrar do agente de segurança os valores para custear as despesas com a recuperação da viatura envolvida no acidente.

O profissional do Corpo de Bombeiros , em 2011, época dos fatos, tinha 22 anos de serviço à instituição, dos quais 18 anos dirigindo o veículo, nunca tendo se envolvido em qualquer outro acidente, com conduta profissional exemplar e elogios em sua ficha disciplinar.

Nesta semana o desembargador Luís Sílvio Ramalho, do TJPB, fez justiça e reformou decisão anterior, para negar o pedido feito pelo Governo do Estado, isentando o sargento do Corpo de Bombeiros de arcar com a indenização de R$ 33 mil.

É importante aqui um alerta !

Estamos aqui tratando de uma ação judicial do Governo do Estado contra um companheiro , que estava de serviço, numa ocorrência, arriscando sua vida para salvar vidas.

Durante os últimos 10 anos o sargento vive o drama de enfrentar um processo judicial por um acidente ocorrido quando estava atendendo uma ocorrência. E consta dos autos que o bombeiro se deparou com uma manobra perigosa de motociclistas, e no momento desviou do acidente com a moto, indo colidir com uma árvore na avenida Epitácio Pessoa.

O fato revela a FALTA DE COMPROMISSO do Governo do Estado com os profissionais que integram a segurança pública. Que Estado é esse, que em vez de dar apoio, atenção e respeito ao profissional, é omisso, injusto e opressor.

Ao tempo em que nos solidarizamos com o sargento do Corpo de Bombeiros, repudiamos a atitude hostil e perseguidora do Governo do Estado.

FRANCISCO DE ASSIS E SILVA

Presidente – COPMBM/PB

 

FONTE:  https://marcelojose.com.br/

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();