É obrigação saber que Bolsonaro é o governo do povo, diz cientista político



Pesquisador da FGV-SP destaca que o presidente foi eleito democraticamente

Eleito de forma democrática em 2018, o presidente Jair Bolsonaro é um governo do povo, pelo povo e para o povo, mesmo que a pressão contra seu mandato esteja em ascensão em alguns setores da sociedade brasileira.

A avaliação é do cientista político e pesquisador da FGV-SP, Humberto Dantas, um dos autores do livro Ciência política e políticas de educação. De olho na estrutura conceitual, Dantas destaca que a sociedade é tanto a “culpada” pela escolha do chefe do Executivo quanto a agente que pode mudar a situação.

LEIA TAMBÉM: 


 Papa Francisco se posiciona e choca o mundo, Papa pediu aos cubanos que parassem de protestar contra ditadura

Entende-se por “povo” quem ao menos pode decidir politicamente, a exemplo do chefe do Executivo. No caso do presidente Bolsonaro, o cientista político diz que o povo “não pode se isentar e falar que não escolheu”, em referência aos eleitores ditos “arrependidos”.

Apesar de o povo ter tomado a decisão, o pesquisador afirma que, caso seja de interesse, a sociedade não pode perder de vista a oportunidade de mudar o governo e, além disso, “a relevância de compreender a importância de se ter a oportunidade de fazer isso”.

Mesmo com a recente aproximação do governo com o Centrão, com significantes trocas ministeriais, Dantas reforça que o povo ainda tem um governo composto por ele e que o governa para ele. Apesar de alguns setores da sociedade repensarem no apoio a Bolsonaro, o presidente ainda soma uma parcela da população fiel ao seu governo, a exemplo de setores da economia, como o agronegócio.

Já no campo ideológico, a nova aproximação com o bloco também pode gerar dúvidas ao eleitorado em relação ao discurso com o qual Bolsonaro foi eleito em 2018, com fortes críticas ao Centrão e à corrupção. Mesmo em uma “traição do discurso” em relação às eleições passadas, Dantas pontua que Bolsonaro ainda não traiu o conservadorismo, eleitorado que segue como base forte do presidente.

*AE

Um comentário:

  1. O presidente Bolsonaro terá sempre o apoio do povo de bem. O resto é o resto.

    ResponderExcluir

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();