Bolsonaro: “É justo quem tirou Lula da cadeia ser o mesmo que vai contar os votos numa sala secreta no TSE?” (veja o vídeo)



Presidente da República promoveu live nesta quinta-feira, 29, para falar sobre a importância da auditoria dos votos nas eleições de 2022

O presidente Jair Bolsonaro iniciou a live desta quinta-feira (29) disparando contra o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luís Roberto Barroso, que é, neste momento, o principal opositor à implantação do voto impresso auditável no Brasil.

O presidente da República acusou o magistrado de promover ações contra a proposta do voto impresso. Segundo ele, Barroso, que também é ministro Supremo Tribunal Federal (STF), interferiu na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara (CCJ) para barrar o projeto.

LEIA TAMBÉM: 


 Papa Francisco se posiciona e choca o mundo, Papa pediu aos cubanos que parassem de protestar contra ditadura

De uma forma enfática, Bolsonaro ainda jogou dúvidas sobre a lisura dos responsáveis pela contagem dos votos das eleições.

“É justo quem tirou Lula da cadeia ser o mesmo que vai contar os votos numa sala secreta no TSE?” — questionou Bolsonaro numa clara referência ao fato das principais lideranças do TSE serem integrantes do STF, que anulou as condenações de Lula, o liberando para concorrer à eleição presidencial de 2022.

Assista a live completa:

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();