Audiência: Globo registra pior mês de junho de sua história



Resultado negativo valeu tanto para a média nacional quanto para a Grande SP, segundo colunista

A Rede Globo registrou o pior índice de audiência de sua história no mês de junho. O ibope da emissora foi ainda menor do que de dezembro de 2020.

Segundo o colunista do UOl, Ricardo Feltrin, o resultado negativo valeu tanto para a média nacional quanto para os índices registrados na Grande SP.

LEIA TAMBÉM: Morre de covid-19 aos 44 anos, Médico ortopedista em Curitiba, médico já tinha se vacinado com 2 doses da CORONAVAC

Pai do prefeito Eduardo Paes morre aos 78 anos vítima de covid-19, Valmar Paes se vacinou em Março com 2° dose da CORONAVAC

CPI DA COVID: STF PROTEGE E FORMA MAIORIA PARA PROIBIR CONVOCAÇÃO DE GOVERNADORES

CPI DA COVID: STF PROTEGE E FORMA MAIORIA PARA PROIBIR CONVOCAÇÃO DE GOVERNADORES

URGENTE: Relatório do CDC dos EUA admitem mais hospitalizações de jovens por causa da vacina com miocardite e pericardite do que do vírus COVID-19

Em junho, nas 24 horas do dia, a Globo marcou 11,3 pontos e 30,9% de “share” no mercado nacional, tendo uma queda de 6% na comparação com maio.

Além disso, junho representou o terceiro mês consecutivo de perda de audiência da emissora.

Entre os motivos estariam as reprises, que já não estão agradando o telespectador.

O mês passado foi difícil para o Jornal Hoje, que durante vários dias amargou derrotas para o Balanço Geral, da Record. O Jornal Nacional também chegou a perder “fôlego”, de acordo com Feltrin.

Em São Paulo, apesar de se manter na liderança, a Globo teve 10,9 pontos e 28,7% de share, comprovando o pior junho de sua história. Na medição, cada ponto vale por cerca de 76 mil domicílios.

Um comentário:

  1. A PERDA DE AUDIÊNCIA NÃO É DEVIDO O REPETECO DE NOVELAS
    NOS JORNAIS NÃO PASSAM NOVELAS E PERDEM AUDIÊNCIA
    E DEVIDO A PERSEGUIÇÃO MENTIROSA A BOLSONARO EIS A VERDADE

    ResponderExcluir

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();