Livraram um Vagabundo e Pilantras tentam me tirar do poder No Tapetão, não conseguirão, Só Deus me tira de Brasília, diz Bolsonaro



“Só uma coisa me tira de Brasília, o nosso Deus”, diz o presidente brasileiro.

O presidente Jair Bolsonaro voltou a fazer uma defesa enfática, neste sábado (26), da adoção do voto auditável no sistema eleitoral do Brasil.

Em discurso durante uma “motociata” com apoiadores em Chapecó, em Santa Catarina, sem citar nomes, Bolsonaro disse que a oposição não vai levar a eleição de 2022 no “tapetão”.

Nós te apresentamos mais detalhes:

  • “Tem eleições ano que vem, e se Deus quiser, com o apoio do Parlamento, terá o voto auditável”, afirmou Bolsonaro.
  • “Vamos botar um fim na sombra das fraudes que devem acontecer em todas as eleições”, acrescentou o presidente brasileiro.
  • Sem citar nominalmente o petista Lula da Silva, Bolsonaro falou que “tiraram” um “vagabundo” da cadeia.
  • “Tornaram um vagabundo elegível e querem agora torná-lo presidente pela fraude, não conseguirão”, ressaltou o chefe do Executivo.
  • “Não adianta provocarem, inventarem de querer nos caluniar, nos atacar 24 horas por dia, porque não conseguirão. Só uma coisa me tira de Brasília, o nosso Deus”, acrescentou Bolsonaro.
  • “Não vão ganhar no tapetão ou inventando narrativas, o Brasil ainda passa por um momento difícil”, completou o chefe do Executivo.

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();