Lázaro Serial killer consegue fugir após novo tiroteio e pode está ferido



"Ele tentou acertar um dos cachorros, policiais visualizaram e revidaram"

Nesta quinta-feira (17), Lázaro Barbosa, o serial killer do Distrito Federal, conseguiu fugir após um tiroteio que aconteceu por volta de 17h. Ele é acusado de assassinar a tiros e facadas quatro pessoas de uma mesma família em Ceilândia, região administrativa do DF.

LEIA TAMBÉM: Morre de Covid-19, Doutor Lauri Ferreira, Prefeito de Brejo dos Santos-PB, médico já tinha tomado 2° dose da vacina Coronavac

Morre de covid-19 médico do Hospital Regional do Cariri no Ceará, médico já tinha tomado 2° dose da vacina Coronavac

Idoso já vacinado com segunda dose da Coronavac morre de COVID-19 em lar na cidade de Anápolis, Sul de MG

ASSISTA: BOLSONARO ENTRA DE SURPRESA EM AVIÃO E É RECEBIDO COM FESTA

MP-SP investiga ligação do PT com PCC via ONG

Lázaro conseguiu fugir pela mata, em Cocalzinho de Goiás. De acordo com o secretário de Segurança Pública de Goiás, Rodney Miranda, o homem de 32 anos pode estar ferido.

– O cão farejador achou pano ensanguentado, pode ser até um ferimento grave. Ele tentou acertar um dos cachorros, policiais visualizaram e revidaram. Ele entrou em uma vala e depois, provavelmente, na água, e os policiais perderam o rastro dele – informou o secretário.

Dezenas de equipes policiais foram ao local, em Cocalzinho de Goiás. Mais de 300 policiais estão envolvidos nas buscas pelo suspeito. Os moradores da região estão com medo e relataram ter ouvido mais de 50 disparos.

– Muito tiro para o rumo do mato. Acho que pegaram ele. As viaturas todas descendo – disse o morador Marcos Douglas em mensagem para a noiva.

O ministro da Justiça, Anderson Torres, entrou em contato com o secretário de Segurança Pública de Goiás, Rodney Miranda, e ofereceu ajuda federal para capturar Lázaro Barbosa, de 32 anos. Com isso, 20 homens da Força Nacional de Segurança serão encaminhados para o Entorno do Distrito Federal nesta sexta-feira.


Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();