Escolas na Flórida vão ensinar sobre os ‘perigos do comunismo’



Governo do estado adotou a medida que também irá abordar os riscos de regimes totalitários

Nesta semana, a Flórida, nos Estados Unidos (EUA), aprovou uma lei que torna obrigatório o ensino dos riscos dos regimes comunistas e totalitários. O assunto será abordado nas aulas de educação cívica das unidades de ensino do estado.

De acordo com o governo da Flórida, a ideia é ensinar aos alunos que “governos comunistas e totalitários são maus”. Ao assinar o projeto, o governador Ron DeSantis comentou sobre países com regimes comunistas.

– Por que alguém fugiria através de águas infestadas de tubarões, saindo de Cuba, para vir para o sul da Flórida? Por que alguém deixaria um lugar como o Vietnã? Por que as pessoas deixariam esses países e arriscariam suas vidas para poder vir aqui? É importante que os alunos entendam isso – apontou.

O governador ainda sancionou uma medida que garante a alunos universidades estaduais a expressar ou ter acesso a opiniões divergentes da maioria.



Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();