Economia brasileira cresce acima do esperado no 1º tri e retoma patamar pré-pandemia

Índice do Produto Interno Bruto do Brasil cresceu 1,2% no 1° trimestre de 2021

O Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil cresceu 1,2% no 1° trimestre de 2021, na comparação com o trimestre imediatamente anterior. O número foi divulgado nesta terça-feira (1°) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Em valores correntes, o PIB totalizou R$ 2,048 trilhões. O PIB é a soma de todos os bens e serviços produzidos no país, e mede a evolução econômica.

O resultado do índice apontou para um crescimento acima do que era esperado. A mediana das projeções de 55 instituições financeiras e consultorias analisadas pelo Valor Data, plataforma do site Valor Econômico, por exemplo, indicavam alta de 0,7% na comparação com o 4º trimestre, e de 0,5% em relação ao 1º trimestre de 2020. O IBGE apontou que o Brasil retomou o nível pré-Covid.

LEIA TAMBÉM: Morre jornalista que “torceu” para coronavírus matar Bolsonaro, Fábio Campana faleceu aos 74 anos, vítima da Covid-19 e estava vacinado com coronavac

Manifestações contra Bolsonaro “fracassam” e web debocha

Sobe para 66 o número de idosos contaminados com covid e 2 mortos em asilo de Anápolis, todos já tinham sido vacinados com segunda dose

Irmão da traficante mais procurada do Brasil Sandra Sapatão é assessor de deputada do Psol

Igreja Universal doa 280 mil kits de higiene em 602 presídios brasileiros

– Com o resultado do primeiro trimestre, o PIB voltou ao patamar do quarto trimestre de 2019, período pré-pandemia, mas ainda está 3,1% abaixo do ponto mais alto da atividade econômica do país, alcançado no primeiro trimestre de 2014 – ressaltou o instituto.

O período também marcou um avanço nos três grandes setores da economia, na comparação com o quarto trimestre de 2020. O maior crescimento foi da agropecuária (5,7%), seguida pela indústria (0,7%) e por serviços (0,4%).

Entre as atividades industriais, o avanço foi puxado pelas Indústrias Extrativas (3,2%). Também registraram taxas positivas a Construção (2,1%) e a Eletricidade e gás, água, esgoto, atividades de gestão de resíduos (0,9%). Nos Serviços, houve resultados positivos em Transporte, armazenagem e correio (3,6%), Intermediação financeira e seguros (1,7%), Informação e comunicação (1,4%).



Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();