Drauzio Varella e Globo terão que pagar R$ 150 mil a pai de menino morto pela trans Suzy



Juíza considera que reportagem foi negligente ao não se informar sobre os crimes cometidos pelos seus entrevistados

O Tribunal de Justiça de São Paulo condenou o médico Drauzio Varella e a Rede Globo a pagarem indenização de R$ 150 mil por danos morais ao pai de um menino de nove anos estuprado e estrangulado por Suzy de Oliveira, transsexual que cumpre pena pelos crimes ocorridos em 2020. As informações são do portal Metrópoles.

LEIA TAMBÉM:  Trans que imitou Jesus gay perde ação para Sikêra e é condenada a pagar honorários

Aos gritos de mito, Bolsonaro inaugura ponte sobre o rio madeira, Ponte era esperada há 40 anos

Exclusivo: documentos do MPRJ sobre ação policial detalhada no Jacarezinho foram apreendidos com traficantes; Alguém do MP vazou para os traficantes

Polícia Federal deflagra operação contra desvio de medicamentos para intubação no Amapá

Suzy apareceu no programa Fantástico em março de 2020 durante uma reportagem sobre transsexuais nos presídios brasileiros. Na época, seu depoimento chamou atenção após Suzy contar que não recebia visitas há 8 anos, e trocar um abraço com Drauzio ao fim da matéria.

Na ação, o pai da criança assassinada diz ter vivido um novo abalo psicológico ao reviver os fatos, e diz que Suzy recebeu “piedade social”. Após a reportagem, crianças chegaram a escrever cartas de apoio endereçadas a Suzy.

Em sua decisão, a juíza Regina de Oliveira Marques avalia que a reportagem foi negligente ao não “procurar conhecer os crimes cometidos por seus entrevistados” e retratá-los como “meras vítimas sociais”. A magistrada também ressaltou que o conteúdo provocou “situação aflitiva com implicação psíquica” ao pai da criança.

– Qualquer expectador foi induzido erroneamente a acreditar que os entrevistados seriam meras vítimas sociais; devendo ser ressaltado que mesmo se tratando os entrevistados de autores de crimes contra o patrimônio e sua sexualidade, não implicaria em serem assim tratados, já que perniciosos à sociedade como um todo.

Drauzio Verella e a Rede Globo não se manifestaram sobre a decisão.








Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();