Bolsonaro sobre ataques em Manaus: ‘Queria saber cadê Aziz e Eduardo Braga’



Presidente cobrou posicionamento dos senadores do Amazonas que fazem parte da CPI da Covid sobre a situação da violência no estado

Na manhã desta segunda-feira (7), o presidente Jair Bolsonaro cobrou um posicionamento os senadores do Amazonas que fazem parte da CPI da Covid, Omar Aziz (PSD) e Eduardo Braga (MDB), sobre os ataques incendiários ocorridos nesse fim de semana na cidade amazonense.

Em conversa com apoiadores que estavam em frente ao Palácio da Alvorada, em Brasília, Bolsonaro cobrou que os parlamentares emitam posicionamentos a respeito da situação da cidade, já que é o local que os elegeu ao Senado.

LEIA TAMBÉM: Morre jornalista que “torceu” para coronavírus matar Bolsonaro, Fábio Campana faleceu aos 74 anos, vítima da Covid-19 e estava vacinado com coronavac

Manifestações contra Bolsonaro “fracassam” e web debocha

Igreja Universal doa 280 mil kits de higiene em 602 presídios brasileiros

Morre de infarto professor que pediu fuzilamento de bolsonaristas

URGENTE: China confirma primeiro contágio humano no mundo da cepa H10N3 da gripe aviária

Prefeitos e governadores continuam agindo como se o vírus não pegasse em ônibus lotado

– Estamos tendo problemas em Manaus. Acabou falecendo um chefe do tráfico, e o pessoal está reagindo a isso. Eu queria saber cadê os senadores Omar Aziz e Eduardo Braga. Estou aguardando o pronunciamento deles lá – disse Bolsonaro aos apoiadores.

Durante a fala, um apoiador interrompeu o questionamento de Bolsonaro e disse que os senadores citados estão preocupados com a vida do presidente. Ao final, o presidente da República alfinetou os senadores e disse que eles “estão preocupados só com a CPI”.

– Eles não são do Amazonas? Não cuidam do interesse do estado? Já que está tudo bem lá e eles estão preocupados só com a CPI – completou.

Os ataques em Manaus começaram na madrugada do último domingo (6) e prosseguiram nesta segunda-feira. Até o início da manhã de ontem, 17 veículos já haviam sido incendiados na cidade, incluindo 14 ônibus do transporte coletivo, viaturas da polícia e ambulância. Ainda na manhã desta segunda (7), foi registrada uma ocorrência de veículo particular incendiado.


Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();