Aguinaldo Silva é proibido de entrar na Europa por ter se vacinado com Coronavac: ‘Aqui não vale’, Autor responsabiliza Doria por 'falta de transparência'



Autor responsabiliza o governo de São Paulo por 'falta de transparência'

Aguinaldo Silva se queixou nas redes sociais sobre uma aparente falta de transparência quanto à aceitação de imunizantes contra a Covid-19 para entrar em outros países. O autor, de 77 anos, tomou a vacina Coronavac há três meses, e, de acordo com ele, a mesma não é válida na Europa.

– Tanto sacrifício na fila para tomar a vacina chinesa e, quando chego aqui, na Europa, e mostro o certificado de vacinação, me dizem a mesma coisa em toda parte: “essa daí aqui não vale” – lamentou no Twitter, neste domingo (20).

LEIA TAMBÉM: Após seguidos Lockdowns sem resultado, Prefeito petista decreta novo lockdown em Araraquara

Motociata com Bolsonaro gera R$ 40 milhões em receita para o Estado e arrecada mais de 700 toneladas de alimentos em São Paulo

Sikêra “cala a Folha” e confirma que recebeu dinheiro do governo: " Vivo de propaganda e não trabalho de graça"

Site petista BRASIL247 defende Lázaro serial killer satanista e diz que assassino é vítima 

Em outra publicação, Aguinaldo frisou que a responsabilidade da informação seria do governo de São Paulo.

– O governo de São Paulo é que tinha a obrigação de informar que a Coronavac só valia na Turquia, [na] Síria e [no] Paquistão – disse o escritor, que está em Paris, na França.

Na ocasião em que se vacinou, Aguinaldo chegou a comemorar nas redes sociais.

– Hora da vacina: a última vez que vivi um momento assim tão solene foi aos nove anos, no dia da minha primeira comunhão – escreveu.



Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();