Primeiros deportados na gestão Biden chegam algemados em MG



Brasileiros chegaram no aeroporto de Confins, em Minas Gerais, na tarde desta sexta-feira

Os primeiros 30 brasileiros deportados dos EUA pelo presidente Joe Biden desembarcaram na sexta-feira (21) no Aeroporto Internacional de Confins, região metropolitana de Belo Horizonte. Os deportados viajaram algemados, por determinação dos americanos, a exemplo do que ocorreu em outros voos fretados.

Inicialmente, autoridades americanas e brasileiras chegaram a divulgar que 106 imigrantes presos nos EUA embarcariam de volta ao Brasil. Procurado para explicar a diferença nos números, o Itamaraty informou, em nota, que “a organização do voo é de responsabilidade do governo americano”.

-Segundo informações das autoridades migratórias americanas, alguns deportados obtiveram judicialmente a suspensão da ordem de deportação e outros teriam sido submetidos, nas instalações de detenção onde se encontravam, a testes de antígeno para detecção de Covid, em vez dos testes RT-PCR exigidos pela legislação brasileira – dizia a nota.

Uma fonte do governo americano confirmou ontem que o problema foram os exames de Covid. A Polícia de Imigração e Alfândega, ligada ao Departamento de Segurança Interna dos EUA, não conseguiu ter os exames prontos 72 horas antes do embarque para todos os deportados, por isso apenas 30 pessoas vieram.

*Estadão


Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();