Marcos Rogério: CPI é ‘manca’ e vem atuando para ‘criminalizar’ Bolsonaro



O senador e integrante da comissão que investiga ações do governo federal na pandemia afirma que Renan Calheiros atua como 'justiceiro' na relatoria e que é preciso 'seguir o caminho do dinheiro' e investigar prefeitos e governadores

LEIA TAMBÉM: Toffoli ministro do STF recebeu R$ 3 milhões para mudar voto, afirma Cabral em delação

URGENTE: Documento chinês vazado aponta coronavírus como arma biológica cinco anos antes da pandemia

Bolsonaro sobrevoa protesto e apoiadores gritam: ‘Eu autorizo!’

DEM expulsa Rodrigo Maia, que deverá perder o mandato

Integrante da minoria governista na CPI da Covid — dos 11 membros titulares da comissão, apenas quatro são alinhados ao presidente Jair Bolsonaro —, o senador Marcos Rogério (DEM-RO) afirmou que as duas primeiras semanas de trabalhos do colegiado foram marcadas por uma atuação política e direcionada contra o governo federal.

Em entrevista a Oeste, o parlamentar fez críticas à atuação do relator da CPI, Renan Calheiros (MDB-AL), cuja parcialidade, segundo ele, “está muito nítida”. “Não há disposição por parte do relator de buscar as informações, conhecer os fatos, coletar os depoimentos de maneira imparcial. Ele não faz cerimônia para declarar a sua condição de justiceiro, prejulgando o tempo todo o governo do presidente [Jair] Bolsonaro”, afirmou Rogério.

Um comentário:

  1. É realmente impopular e vexaminoso assistir esta cpi composta de semadores envolvidos com a justiça pousando de moralistas.
    Somos a piada do planêta.

    ResponderExcluir

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();