Itamaraty muda o tom e afirma que Brasil deve ‘louvar a China’



Em audiência no Senado, o diretor de Direitos Humanos e Cidadania do Ministério das Relações Exteriores, João Lucas Quental de Almeida, elogiou o governo chinês

Durante participação em audiência da comissão especial do Senado que trata do combate à pandemia de covid-19 no Brasil, o diretor de Direitos Humanos e Cidadania do Ministério das Relações Exteriores, João Lucas Quental de Almeida, tentou esfriar os ânimos e pôr panos quentes na tensa relação entre os governos brasileiro e chinês nos últimos meses.

LEIA TAMBÉM: Toffoli ministro do STF recebeu R$ 3 milhões para mudar voto, afirma Cabral em delação

URGENTE: Documento chinês vazado aponta coronavírus como arma biológica cinco anos antes da pandemia

Bolsonaro sobrevoa protesto e apoiadores gritam: ‘Eu autorizo!’

DEM expulsa Rodrigo Maia, que deverá perder o mandato

Segundo ele, o Itamaraty “não tem medido esforços” nas negociações com a China por mais insumos que possibilitem a aceleração da produção de vacinas contra a covid-19 no Brasil. Após recentes declarações do presidente Jair Bolsonaro, que falou em suposta “guerra biológica” levada a cabo pelos chineses, Almeida mudou o tom e elogiou o país asiático.

“Nós devemos, de fato, louvar a China”, disse o diretor do Itamaraty. “A China é o país que tem mais exportado IFA [ingrediente farmacêutico ativo] e vacinas neste momento de pandemia. A China exportou metade de toda a sua produção. Nenhum outro país chega perto disso, e nós reconhecemos plenamente esse esforço gigantesco da China para ajudar o mundo e o Brasil”, afirmou.

Durante a audiência, Almeida também falou sobre os impactos da decisão do governo de Joe Biden nos Estados Unidos de apoiar a quebra de patentes de vacinas contra a covid-19. “O cenário como um todo se alterou, e o Brasil, como todos os outros atores, precisa refletir e, eventualmente, ajustar a sua posição”, disse. “Estamos nos engajando, via nossa missão junto à OMC [Organização Mundial do Comércio], em Genebra, para tentar negociar com os Estados Unidos e outros países um acordo que seja aceito por todos.”

5 comentários:

  1. PENA DE MORTE PRA ESSE DESGRAÇADO
    QUE CONVERSA É ESSA!!!
    FORA DO MEU PAÍS, CHINA MALDITA!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que absurdo, isso é total insanidade! Veja o povo lá como são tratados. Se esse Sr quer louvar esse país, problema dele. Porém nossa Pátria o Brasil nunca em tempo algum! Acordem brasileiros, se manifestem, não podemos aceitar essas afronta.

      Excluir
  2. VAI PRA CHINA MINISTRO E FICA POR LA OK .
    CADÊ O PATRIOTISMO, FICAR ADULANDO UM PAIS QUE NÃO RESPEITA NADA NEM NINGUEM .
    COMO PODE A CHINA TER TIDO TANTOS INSUMOS DE SAUDE PRA SUSTENTAR O MUNDO TODO SE O VIRUS NÃO FOI DE LABORATORIO? PENSA QUE O POVO É TROUXA ? Voce é o que chamo de APÁTRIDA

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por que não! Foi tudo planejado e o que dizem pelo mundo! Para dominarem totalmente o mundo!

      Excluir
  3. Acho uma bacharia o que este sugeito desprovido de intelecto disse. O cara é um asno completo. Dizer que tem que louvar a china, mas vai ser idiota assim lá na china

    ResponderExcluir

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();