Morre menina de 6 anos torturada por mãe e namorada no RJ



Criança recebeu socos e chutes por diversas vezes e foi arremessada contra barranco de 7 metros

Madrasta é uma das acusadas de agredir menina que morreu após ser torturada 

A menina Ketelen Vitória Oliveira da Rocha, de 6 anos, que foi agredida e torturada pela mãe e pela madrasta na cidade de Porto Real, no Rio de Janeiro, morreu na madrugada deste sábado (24), após sofrer uma parada cardiorrespiratória no hospital onde estava internada. A informação foi divulgada pelo jornal Extra.

Na última quinta-feira (22), a Justiça havia decretado a prisão preventiva das duas agressoras da menina. Na decisão, o juiz Marco Aurélio da Silva Adania frisou a gravidade das lesões sofridas pela vítima, que é filha e enteada das acusadas.

A mãe da madrasta da criança, que também mora na residência em que Ketelen sofreu as agressões, declarou que a violência contra a menina começou no fim da noite de 16 de abril e continuou por pelo menos 48 horas. De acordo com o texto da decisão assinada pelo juiz do caso, a criança recebeu “socos e chutes” por diversas vezes”.

Ainda de acordo com os relatos, a vítima foi “arremessada contra a parede e contra um barranco de 7 metros de altura, além de ser chicoteada com um cabo de TV”, sendo submetida a “intenso sofrimento físico e psicológico”. Segundo o magistrado, ambas as agressoras confirmaram o crime.

Na sentença, o juiz também destacou outros crimes por parte da madrasta. Ela tem passagem na polícia por agredir fisicamente a própria mãe. Na audiência do caso, a madrasta alegou ter sofrido “violência no ato da prisão”. O juiz Marco Aurélio da Silva Adania determinou, então, que cópias dos autos fossem remetidas à Corregedoria da PM.

10 comentários:

  1. Merece a morte também essas vagabundas.

    ResponderExcluir
  2. Ainda tem gente que apoia essa pratica nogente .

    ResponderExcluir
  3. Assassina dando uma de agredida pela justiça, enquanto elas.mataram uma criança indefesa, ela tem e que morrer tortura.

    ResponderExcluir
  4. Tem que deixar essas duas desgraçadas na cadeia pelo retos dos dias duas desgraçadas malditas

    ResponderExcluir
  5. Cadeia e pouco p/essas malditas , e muita crueldade, uma crianças inocente qual o motivo da tortura demônios

    ResponderExcluir
  6. Essas mulheres não tem amor a uma criança,DEUS É AMOR
    O DIABO VEIO PRA ROUBAR MATAR E DESTRUIR.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se Deus é amor e criou todas as coisas ....quem criou o tal "Diabo" que você diz????

      Excluir
  7. Para deveria ser dente por dente e olho por olho! Deveriam sofrer as mesmas torturas e após serem mutiladas, seriam tranquilamente eliminadas do veio da sociedade.
    E por outro lado teremos que tratar dessas vagabundas, como fazemos com mtºs outros.
    Chega de impunidade, para determinados casos no Brasil deveria existir o muro das lamentações e consequentemente da bala... Morte a esses meliantes vagabundos! E o que merecem...

    ResponderExcluir
  8. Somente fazem essas atrocidades, em face do saber jurídico existente no STF e em Brasília através dos nossos representantes, que só pensam em roubar a nação e os munícipes.
    A corrupção anda a cavalo, e ficamos meramente observando o tocar da viola sem expressão de perplexidade, pensando ser normal na conduta dos mesmos frente ao sistema localizado no congresso nacional. E normalmente não temos cultura para tentar pelo menos mudar nossa história! Mesmo com novas eleições em 2022... Fica a dica!

    ResponderExcluir
  9. O castigo que lhe for imposto às duas sempre será pequeno face a selvageria com que trataram as crianças... E parabéns à honrada PM por usar de força, infelizmente não letal, para prendê-las....

    ResponderExcluir

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();