Estudo diz que fome atingiu 19 milhões de brasileiros em 2020 após lockdown de governadores


Quase 117 milhões de brasileiros passaram por algum grau de insegurança alimentar

Um estudo da Rede Brasileira de Pesquisa em Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional (Rede Penssan) revelou que, em 2020, 19 milhões de pessoas foram atingidas pela fome. A pesquisa teve apoio do Instituto Ibirapitanga em parceria com a ActionAid Brasil, da Fundação Friedrich Ebert Stiftung e da Oxfam Brasil.

LEIA TAMBÉM: Ministros do STF se revoltam com abertura de igrejas e templos e cobram decisão do plenário

Ministro que liberou mega traficante do PCC, Marco Aurélio chama Nunes Marques de 'novato' e critica liberação de cultos e missas: "REZE EM CASA"

Após ser intimado, Kalil diz que vai cumprir ordem de abrir igrejas, mas recorre ao STF para que igrejas sejam fechadas novamente

Prefeito de Curitiba Rafael Greca cria projeto de lei para proibir distribuição de comida a moradores, multa pode chegar a R$ 550

A pesquisa foi feita entre 5 a 24 de dezembro com 2.180 pessoas em todas as regiões do Brasil e coletou dados dos três meses anteriores, demonstrando que 9% da população brasileira tiveram “insegurança alimentar grave”, ou seja, passaram fome. 

Além disso, os dados também indicaram que quase 117 milhões de brasileiros passaram por algum grau de insegurança alimentar. O número corresponde a 55,4% da população nacional.

Os dados indicam que a redução do Auxílio Emergencial (de R$ 600 para R$ 300 e de R$ 1200 para R$ 600, no caso de mães solteiras) teve grande impacto no agravamento da fome no país. Este ano, o pagamento do benefício retorna nesta semana com valores ainda menores.

Entre os domicílios que receberam o auxílio emergencial, 28% passaram por insegurança alimentar grave ou moderada, enquanto 37,6% passaram pela insegurança de forma leve. Entre os domicílios que não receberam o auxílio, a porcentagem que passou por insegurança grave ou moderada é de 10,2%, e a maior parte deles (60,3%) não tiveram nenhum tipo de insegurança alimentar.

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();