Após adotar tratamento precoce Amazonas tem queda de 80% no número de mortes desde janeiro


 

Após Socorro do governo Bolsonaro, Amazonas tem queda de 80% no número de mortes desde janeiro  após adotar tratamento precoce

Enquanto a maioria das regiões do país segue em estado de alerta para o colapso dos sistemas de saúde, o Amazonas apresenta uma tendência de diminuição dos seus números gerais, entre eles, o número de mortes tudo foi possível após o tratamento precoce adotado após o governo Bolsonaro socorrer o Estado, o ministro Pazuello na época sugeriu o tratamento precoce que é aquele usado imediatamente após o paciente sentir os primeiros sintomas da Covid.

Ao compararmos os dados disponibilizados pelos boletins epidemiológicos da Fundação de Vigilância em Saúde do estado, vemos uma queda de 80,65% das mortes em março se comparado com número do primeiro mês do ano. Em janeiro foram registrados 3.536 óbitos e em março 684. Em fevereiro, o número já havia diminuído para 2.077 mortes

Nesta sexta-feira, 9, foram registrados 960 novos casos da doença e 25 óbitos em todo o estado, totalizando, assim, 355.987 casos da doença e 12.202 mortes desde o início da pandemia.

Segundo o boletim epidemiológico desta sexta, Manaus tem ocupação de 58,40% de leitos clínicos para covid-19 e 78,57% de ocupação dos leitos de UTI para a doença, contando rede pública e privada


TUDO FOI POSSÍVEL APÓS O GOVERNO BOLSONARO SOCORRER O ESTADO EM JANEIRO E ADOTAR O TRATAMENTO PRECOCE

Após Socorro do governo Bolsonaro, Amazonas tem queda de 80% no número de mortes desde janeiro após adotar tratamento precoce

Enquanto a maioria das regiões do país segue em estado de alerta para o colapso dos sistemas de saúde, o Amazonas apresenta uma tendência de diminuição dos seus números gerais, entre eles, o número de mortes tudo foi possível após o tratamento precoce adotado após o governo Bolsonaro socorrer o Estado, o ministro Pazuello na época sugeriu o tratamento precoce que é aquele usado imediatamente após o paciente sentir os primeiros sintomas da Covid.

Ao compararmos os dados disponibilizados pelos boletins epidemiológicos da Fundação de Vigilância em Saúde do estado, vemos uma queda de 80,65% das mortes em março se comparado com número do primeiro mês do ano. Em janeiro foram registrados 3.536 óbitos e em março 684. Em fevereiro, o número já havia diminuído para 2.077 mortes

Nesta sexta-feira, 9, foram registrados 960 novos casos da doença e 25 óbitos em todo o estado, totalizando, assim, 355.987 casos da doença e 12.202 mortes desde o início da pandemia.

Segundo o boletim epidemiológico desta sexta, Manaus tem ocupação de 58,40% de leitos clínicos para covid-19 e 78,57% de ocupação dos leitos de UTI para a doença, contando rede pública e privada


20 comentários:

  1. Pura mentira,vcs só sabem mentir e enganar o povo

    ResponderExcluir
  2. Mentira. Basta olhar em https://susanalitico.saude.gov.br/extensions/covid-19_html/covid-19_html.html e comparar a curva do Amazonas com a curva de outros estados. A crise começou por lá, as curvas dos outros estados são iguais, só que aconteceram depois. E note que em Manaus Os casos estão em ascensão mais uma vez.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu entrei nesse site e a matéria está correta.
      Mentiroso e nefaciinista é vc.
      Entre no estado do Amazonas e veja a curva em queda.

      https://susanalitico.saude.gov.br/extensions/covid-19_html/covid-19_html.html

      Excluir
  3. Mentira absurda, esse portal é um desserviço a sociedade e deve ser banido!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Megacionismo?
      A matéria está correta. Os dados podem ser acessados aqui:
      https://susanalitico.saude.gov.br/extensions/covid-19_html/covid-19_html.html

      Excluir
    2. Mentiroso é você, praga ruim...

      Entrei no site do SUS, Amazonas está diminuindo drasticamente as mortes por Covid-19 depois que começaram com o tratamento precoce...

      Essa é a verdade...

      Excluir
  4. Gostei da resposta do administrador, kkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  5. Respostas
    1. Fica em casa é quando sentir falta de ar vá tomar Dipirona praga do inferno.

      Excluir
  6. Não acredita? Então qdo adoecer FIQUE EM CASA aguardando melhorar ou resultado de exame sair enquanto a carga viral aumenta em seus corpos, energúmenos... Principalmente dessas novas mutações que avançam mais rapidamente... Se tratem NÃO!!!!! Inúteis...

    ResponderExcluir
  7. Na rede privada de saúde, estão usando o tratamento precose, eu tive covid e deram o KIT, veio HIDROXICLOROQUINA, PREDNISONA , passaram um xarope q está sendo usado p essa nova cepa BROMEXINA. ESTAVA MAL ,NO terceiro dia de tratamento já estava melhor, salva vidas sim !outras 3 pessoas da família também tiveram covid e ficaram boas com o kit covid . Só lamento quem não acredita . Já na REDE pública não sei se seguem a orientação do ministério da saúde, sobre o tratamento precose. Para está sobre controle alguma coisa devem está fazendo. Na rede privada os casos caíram drasticamente, ano passado estavam lotados e muitas pessoas morreram , este ano os hospitais estão tranquilos fazendo isso , nos primeiros sintomas kit covid .

    ResponderExcluir
  8. Eu tomei de forma precoce onde sentia dores no corpo, depois de tomar a ivermectina indicada pela médica que me atendeu, no dia seguinte já passou as dores e melhora imediatamente.

    ResponderExcluir
  9. Esses petralhas , só fala merda.

    ResponderExcluir
  10. O tratamento precoce cura , o petralhas imoral não tem argumentos acabou as tetas.

    ResponderExcluir
  11. É muito simples aquele canhota que é contra o tratamento precoce não faça uso dele, mas não queira
    coibir ou proibir que as pessoas façam o tratamento.

    ResponderExcluir
  12. Eu tbm peguei essa praga da china e fui curado com Ivermectina hidroxcloroquina e azitromicina. Fui em 2 hospitais me registaram dipirona. Querem que a gente morra. Esses genocidas famintos por dinheiro.

    ResponderExcluir
  13. É muito facil,se contrair o covid 19,é simples não toma o remedio ok,

    ResponderExcluir

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();