Após STF livrar Lula, réus da Lava Jato por roubos milionários vão pedir ao STF que 13ª vara de Curitiba seja declarada incompetente


Entre eles, estão o ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha, o ex-governador do Rio Sergio Cabral

Ao menos seis réus da Operação Lava Jato preparam pedidos de habeas corpus para que o ministro Luiz Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal, declare a 13ª Vara Federal de Curitiba incompetente para julgá-los.

LEIA MAIS: O Governo Bolsonaro já contratou mais de 562 milhões de doses da vacina contra a Covid-19 que serão entregues ainda em 2021

URGENTE: Mulher dada como morta por Covid-19 se levanta do caixão em velório; VÍDEO.

Lockdown que mata: Feirante tira a vida em Salvador e cita governador e prefeito em carta, "NÃO ESTOU CONSEGUINDO PAGAR MINHAS DÍVIDAS POR CAUSA DO GOVERNADOR E PREFEITO DECRETARAM FECHAMENTO DE TUDO"

O movimento acontece depois que o magistrado declarou que a vara, que tinha o ex-juiz Sergio Moro como titular, é incompetente para processar e julgar o ex-presidente Lula e anulou todas as condenações do petista.

Segundo reportagem do site da revista Época, entre os seis, estão o ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha, o ex-governador Sergio Cabral e o ex-senador Gim Argello.

O ex-tesoureiro do PT José Vaccari Neto também prepara um recurso. Completam a lista os ex-diretores da Petrobras Renato Duque e Jorge Zelada.


Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();