Lockdown que mata: Feirante tira a vida em Salvador e cita governador e prefeito em carta, "NÃO ESTOU CONSEGUINDO PAGAR MINHAS DÍVIDAS POR CAUSA DO GOVERNADOR E PREFEITO DECRETARAM FECHAMENTO DE TUDO"



O feirante Adailton, que trabalhava na Feira de São Joaquim e era muito querido na região, tirou a própria vida nesta terça-feira.

Segundo as primeiras informações, o motivo foi o endividamento da família em função da pandemia. Com as restrições anunciadas pelo governador Rui Costa e pelo prefeito Bruno Reis, o trabalhador se afundou em dívidas e não resistiu.

LEIA TAMBÉM: General manda recado ao Brasil: Cabe ao povo brasileiro exercer o direito legal e ir para as ruas, de forma ordeira, firme, resoluta, sem descanso e sem retrocessos

URGENTE: Mulher dada como morta por Covid-19 se levanta do caixão em velório; VÍDEO.

Após decisão de Fachin, general fala em "ruptura institucional"

Após Bolsonaro tirar impostos federais do botijão de gás e diesel, governadores e DF aumentam impostos estaduais do diesel e gás de cozinha

Ele deixou uma carta pedindo desculpas para a filha e a mãe. Na carta, ele chega a citar o lockdown decretado por Rui e Bruno. As informações foram dadas pelo ativista Diego Castro em suas redes sociais.

Em Salvador, as medidas de restrição duram até o próximo domingo. Até lá, somente serviços considerados pelas autoridades como essenciais podem funcionar. O prefeito Bruno Reis não descartou prolongar as medidas, mesmo sem a confirmação por parte do Congresso do auxílio emergencial.



2 comentários:

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();