STF nega pedido da AGU para inclusão de policiais em grupo prioritário de vacinação contra Covid



O ministro do STF Ricardo Lewandowski negou pedido da Advocacia-Geral da União para incluir policiais e integrantes da Força Nacional no grupo prioritário de vacinação contra Covid.

Na semana passada, a AGU ingressou com um requerimento ao STF para que os policiais tivessem prioridade de imunização. O órgão alegou “circunstância de vulnerabilidade dos profissionais de segurança pública e defesa social, bem como a essencialidade dos serviços por eles prestados”.

Lewandowski, por sua vez, negou o pedido da AGU argumentando que não caberia ao STF determinar a ordem de prioridade dos grupos a serem vacinados.

“O atendimento da demanda exigiria a prévia identificação e quantificação das pessoas potencialmente atingidas pela medida, com o consequente estabelecimento de novas prioridades”, disse o ministro na manifestação.

 

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();