Após Lockdown e sem tratamento precoce, São Paulo registra 1.209 mortes por Coronavírus em 24hrs e bate novo recorde de mortes no estado



Número de óbitos causados pela doença nas últimas 24 horas é o maior desde o início da pandemia do novo coronavírus

O Estado de São Paulo registrou nesta terça-feira, 30, o maior número de óbitos diários por Covid-19 desde o início da pandemia do novo coronavírus. Só nas últimas 24 horas, 1.209 pessoas perderam as suas vidas por causa da doença e 21.360 novas infecções foram reportadas. Até então, o maior registro de mortes em um único dia havia sido de 1.193 na última sexta-feira, 27. 

O número total de 73.492 mortes é maior que o registrado por 226 países. Estado bateu novo recorde com registro de 1.209 novas mortes por Covid-19 nesta terça-feira (30).

Após bater um novo recorde diário com o registro de 1.209 novas mortes por Covid-19 nesta terça-feira (30), o estado de São Paulo ultrapassou a marca de mais de 73 mil óbitos pela doença. O número total de 73.492 mortes é maior que o registrado por 226 países, de acordo com balanço da Organização Mundial de Saúde (OMS).

Caso o estado de São Paulo fosse uma nação, estaria em 11º lugar no ranking mundial de países com maiores números absolutos de mortes por Covid-19. 

Veja a tabela abaixo:


Ranking de países com mais mortes por Covid-19

PosiçãoPaísNúmero total de mortes por Covid-19
Estados Unidos544.430
Brasil312.206
México201.623
Índia162.114
Reino Unido126.615
Itália108.350
Rússia98.442
França94.402
Alemanha76.093
10ºEspanha75.199
11ºColômbia62.955
12ºIrã62.478
13ºArgentina55.449
14ºÁfrica do Sul52.710
15ºPolônia52.392
16ºPeru51.469
17ºIndonésia40.581
18ºUcrânia32.418
19ºTurquia31.230
20ºRepública Tcheca26.222

Esta é a quarta vez que o estado ultrapassa mil mortes registradas em 24 horas, sendo que a média móvel está em 696, um aumento de 65% em relação há duas semanas atrás. Até segunda-feira, 29, havia 31.041 pessoas internadas em todo o estado, sendo 18.095 pacientes em enfermaria e 12.946 pacientes em unidades de terapia intensiva. Dessa forma, a taxa de ocupação dos leitos de UTI são de 92,3% no Estado e de 92,6% na Grande São Paulo.

Assim como a maior parte do território brasileiro, São Paulo está enfrentando o pior momento da pandemia. Para conter a sobrecarga dos hospitais e também frear o aumento de novos casos e mortes pelo coronavírus, o governador João Doria (PSDB) decidiu prorrogar a Fase Emergencial do Plano São Paulo até o dia 11 de abril, com a manutenção das restrições mais rígidas. O estado totaliza 73.492 mortes e 2.446.680 casos de Covid-19 desde o início do surto no Brasil. Entre os recuperados estão 2.106.294 pessoas, sendo que 245.595 delas estiveram internadas e receberam alta hospitalar.

Um comentário:

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();