Governo Bolsonaro se apressa para fechar proposta de novo auxílio emergencial nos próximos dias



A cúpula do Congresso Nacional enviou recado ao Palácio do Planalto de que, se uma proposta para prorrogar o auxílio emergencial não for apresentada nos próximos dias, o Legislativo vai tomar a dianteira do debate e irá tocar a medida após o Carnaval.

O entendimento dentro do governo é que o anúncio de uma nova rodada do auxílio emergencial é inevitável. Por isso, é preciso correr para formatar o que será enviado ao Congresso. Essa proposta ainda não está pronta, segundo integrantes da equipe econômica e auxiliares do presidente.

Ao longo desta semana, o Palácio do Planalto vai conduzir conversas com os ministérios da Economia e da Cidadania para chegar ao modelo final.

O time do ministro da Economia, Paulo Guedes, defende que a prorrogação do auxílio seja atrelada à aprovação de reformas e medidas que sinalizem para o ajuste fiscal. Há resistência entre parlamentares.

A equipe econômica também advoga por um benefício próximo de R$ 200 e com um público mais restrito. A proposta é muito semelhante a que foi anunciada no ano passado e deu origem ao auxílio de R$ 600 após tramitação no Congresso.

O caminho hoje em análise dentro do governo e do Congresso é criar uma exceção ao teto de gastos, regra que limita o crescimento dos gastos públicos, para permitir novas parcelas do auxílio.

FONTE: CNNBRASIL.COM.BR

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();