Doria liga para a Jovem Pan e ofende Constantino no ar. Veja!



Governador de São Paulo acusou o jornalista de defender estupro e afirmou que ele deveria "lamber as botas" de Bolsonaro

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), deu um verdadeiro “espetáculo” de descompostura na edição do Jornal da Manhã desta terça-feira (2), na rádio Jovem Pan. Após ligar pedindo um direito de resposta por críticas feitas pelo jornalista Rodrigo Constantino à sua gestão na pandemia de Covid-19, Doria acusou o jornalista de defender estupro e disse para ele “lamber as botas” do presidente Jair Bolsonaro.

– Hoje, o Brasil contabiliza mais de 225 mil mortos por uma pandemia que poderia ter tido seu efeito minimizado, se não tivéssemos um governo negacionista e jornalistas, aliás, pseudojornalistas como você, defendendo terraplanismo ao invés de defender o povo e a vida das pessoas – atacou o gestor.

Após o ataque de Doria, Constantino participou da discussão e questionou o governador. Constantino disse que não entendia a compostura de Doria e que sua atitude era emotiva, além de rebater a acusação de que havia defendido um estupro.

– Governador, quem não fala a verdade é você ao falar que eu defendi estupro e por isso fui demitido. Não, eu não defendi estupro coisa nenhuma. Se você tivesse compromisso com os fatos e com a verdade, ao contrário de só pensar em 2022 e fazer discursos sensacionalistas, que acusa presidente de homicida, ia ver que eu não defendo estupro coisa nenhuma – apontou.

Doria então subiu o tom e chamou o jornalista de “vassalo” do presidente Jair Bolsonaro. Na discussão, o governador paulista ainda chegou a dizer que o profissional era extremista e que não honrava o jornalismo da rádio Jovem Pan.

– Você é um extremista. Você não honra o jornalismo da rádio Jovem Pan. Você não honra os ouvintes da Jovem Pan. Você é um vassalo de Jair Bolsonaro, vá beijar as botas de Jair Bolsonaro – disparou.

Rodrigo rebateu dizendo que Doria era aliado da ditadura chinesa e defendeu que suas análises eram independentes.

– Eu não obedeço a ditadura chinesa, eu não estou nem aí pro governo, eu falo aqui a minha análise, independente das coisas que você não entende o que é. Porque você deve vassalar a ditadura chinesa – completou.

Após a discussão, Rodrigo usou seu perfil nas redes sociais para comentar os ataques do governador. Na postagem, o jornalista chamou o gestor público de “canalha” e afirmou que vai processar Doria pelas ofensas realizadas ao vivo.

– Doria não vai perder tempo comigo, mas liga pra rádio pedindo direito de resposta para ficar me atacando de terraplanista, negacionista e “defensor de estupro”?! É um canalha mesmo! Vai responder na Justiça. E onde já se viu “democrata moderado” pedir cabeça de jornalista no ar?! – finalizou.

FONTE: PLENO.NEWS

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();