Ministra Damares enquadra Dráuzio Varella por trocar a palavra mulheres pela frase 'pessoas com vagina'; Quero ser chamada de mulher




A ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, usou sua conta no Instagram neste domingo (31) para criticar uma postagem feita pelo médico Dráuzio Varella, no Twitter. Na publicação, que alerta sobre a candidíase, o perfil do profissional de saúde se refere a mulheres cis gênero como “pessoas com vagina”.

“A candidíase atinge até 75% das pessoas com vagina em alguma fase da vida e, embora haja essa confusão, ela não é sexualmente transmissível, uma vez que é provocada por fungos que habitam a própria flora biológica. Segue o fio”, disse a publicação.

A candidíase atinge até 75% das pessoas com vagina em alguma fase da vida e, embora haja essa confusão, ela não é sexualmente transmissível, uma vez que é provocada por fungos que habitam a própria flora biológica. Segue o fio

Ao ler a postagem, a ministra se manifestou. “Coloque lá em seu twitter, doutor Drauzio, a palavra MULHER. Respeito as trans, luto para que elas sejam cuidadas com todo carinho e dignidade, mas por favor doutor, não diga que mulheres são pessoas com vaginas”, declarou.

Damares ainda completou sua insatisfação com o termo usando como exemplo como seria o nome do seu ministério - que tem a palavra “Mulher”, caso seguisse o exemplo da postagem de Dráuzio. “Conseguem imaginar o nome do nosso MMFDH mudado para MINISTÉRIO DA PESSOA COM VAGINA, DA FAMÍLIA E DOS DIREITOS HUMANOS?”, escreveu a ministra.

FONTE:  leiaja.com.br

2 comentários:

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();