Governo não gastou R$ 2 milhões em chicletes; valor foi usado para tratamento de dependentes químicos com gomas de mascar de nicotina e chiclete para o exército manter a higiene bucal




A imprensa ama uma notícia contra o presidente Jair Bolsonaro. Seja fake ou não, grandes veículos não se envergonham em noticiar fatos absurdos. Desta vez, veio à tona a polêmica do leite condensado e do chiclete. Pouco é esclarecido pelos veículos de como realmente foi gasto esse valor. 

No leite condensado, já sabemos que não foi apenas Bolsonaro que comprou. Foram todos os ministérios e quase 400 mil militares que foram abastecidos do material. Após este esclarecimento, o mico da imprensa foi desmascarado pelo suposto chiclete de R$ 2 milhões.

A verdade é que os R$ 2 milhões não foram usados para chicletes mascados pelo presidente, como foi dito por veículos de comunicação. O valor foi gasto em gomas de mascar de nicotina, utilizadas para o tratamento de pessoas com dependência química, disponibilizadas pelo Sistema Único de Saúde.

O jornalista que apurou não dá sinais de ter avaliado realmente os custos no qual ele fez o levantamento contra o presidente.

FONTE: TERRABRASILNOTICIAS.BR





Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();