Depois de 1.660 dias metade deles sabotando Bolsonaro, Maia deixa comando da Câmara na 2ª feira



Atual comandante da Casa é o presidente que ficou mais tempo no poder desde Ranieri Mazzilli, que comandou entre 1958 e 1965

A permanência de mais de quatro anos e meio do deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ) na presidência da Câmara dos Deputados está a pouco mais de três dias do fim. No cargo desde 14 de julho de 2016, Maia se favoreceu de uma série de manobras políticas que permitiram que o parlamentar conseguisse “engatar” três mandatos consecutivos, algo sem precedentes na história da Casa.

Na longa matemática de Maia no poder, são 1.660 dias até esta sexta-feira (29), que se transformarão em 1.663 ao fim de seu mandato na próxima segunda-feira (1°). Traduzidos, os números mostram que ele é o presidente da Câmara há mais tempo consecutivo no poder desde 1958, quando Ranieri Mazzilli ficou 2.542 dias, ou quase sete anos, até deixar o comando da Câmara em 1965.

O que difere Maia de Mazzilli, porém, é o fato de que o herdeiro político de Cesar Maia conseguiu a “proeza” de estabelecer três mandatos seguidos na presidência da Câmara, algo sem registro na história da Casa que completa 200 anos em 2026. O primeiro deles aconteceu após a renúncia de Eduardo Cunha (MDB), em 2016, quando Maia venceu Rogério Rosso (PSD-DF), por 285 votos a 170.

Em 2017, ao favorecer-se do fato de que seu primeiro mandato foi “tampão”, Maia conseguiu eleger-se para seu segundo período, com uma folgada votação de 293 votos contra 105 do segundo colocado, Jovair Arantes (PTB-GO). Na época, Rodrigo Maia se beneficiou de uma decisão do ministro Celso de Mello, do STF, que entendeu que não havia justificativa para impedir a candidatura de Maia.

Por fim, em 2019, o parlamentar se aproveitou do fato de que estava em um novo mandato e ampliou o tempo no comando da Câmara ao vencer, com 334 votos, os concorrentes Fábio Ramalho (MDB-MG), Marcelo Freixo (PSOL-RJ), JHC (PSB-AL), Marcel Van Hattem (Novo-RS), Ricardo Barros (PP-PR) e General Peternelli (PSL-SP).

FONTE:  PLENO.NEWS

9 comentários:

  1. Graças a Deus 🙏 chegou o dia desse cara sair do comando dessa casa, talvez agora melhore alguma coisa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele é um articulador do mal. Graças à DEUS nos livramos dele

      Excluir
  2. Aleluia meu bom Deus, aleluia. Demorou mas chegou, sabemos que não há mal que dure pra sempre! Com paciência, sobrevivemos.

    ResponderExcluir
  3. Manobras para impedir um governo descente tem que acabar, pois o povo pede socorro !

    ResponderExcluir
  4. Se levantar o tapete vai se ver lixo asqueroso fedendo.

    ResponderExcluir
  5. Ele nunca que deveria ser presidente do congresso pois ele nasceu no Chile, para ser presidente do congresso tem que ser brasileiro nato, o pai dele estava exilado no país e não trabalho pelo Brasil.

    ResponderExcluir
  6. Esse vérme nojento atrasou o Brasil todo esse tempo que ficou no poder,agora xau pra você nhonho kkk

    ResponderExcluir

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();