Biden cancela oleoduto e “joga fora” 11 mil postos de trabalho



Número era estimado pela TC Energy, empresa do setor energético responsável pelo oleoduto

Uma decisão tomada pelo presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, ainda no primeiro dia no cargo, deve gerar a perda de milhares de postos de trabalho no país. O democrata cancelou a licença de construção do oleoduto Keystone XL, uma expansão de 1.200 milhas do sistema de oleodutos que transportariam, a partir de 2023, 830 mil barris de petróleo por dia do Canadá para os Estados Unidos.

Diante da definição tomada por Biden, um porta-voz da TC Energy, empresa americana do setor de energia e dona do oleoduto, confirmou à agência de notícias France-Presse que mil empregos serão perdidos com a revogação promovida pelo democrata. O número de postos de trabalho afetados, porém, é maior e não se resume apenas aos empregos diretamente informados pela companhia.

A própria TC Energy já havia anunciado, em outubro de 2020, a concessão de 1,6 bilhão de dólares (R$ 8,75 bilhões) em acordos com seis grandes contratantes sindicais americanas para construção de 800 milhas do Keystone XL em três estados dos EUA em 2021.

Ao todo, a TC estimava que as seis empresas contratariam mais de 7 mil trabalhadores sindicalizados este ano, e os contratos aumentariam para mais de 8 mil o número de trabalhadores americanos sindicalizados no oleoduto, com um total de 11 mil empregos estimado para 2021.

FONTE: PLENO.NEWS

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();