Amazonas recebe 70 mil metros cúbicos de oxigênio


 

O estado do Amazonas recebeu na madrugada de hoje uma carga de 70 mil metros cúbicos de oxigênio vinda de balsas da cidade de Belém (PA). Segundo o governo, a nova remessa " vai garantir a retomada do equilíbrio do abastecimento da rede de saúde do estado para os próximos dias".

O aumento de internações por covid-19 em Manaus provocou um novo colapso no sistema de saúde da capital amazonense, com pacientes morrendo por falta de oxigênio nos hospitais. Ontem, Manaus voltou a registrar um pico inédito de sepultamentos nos cemitérios da cidade: 213.

LEIA TAMBÉM: 

Bolsonaro socorre o Amazonas após governador deixar faltar oxigênio e envia seis aeronaves para transportar oxigênio para o Estado

Ainda hoje, o avião do governo Federal que iria à Índia buscar doses da vacina da AstraZeneca/Oxford vai levar uma carga de oxigênio a Manaus. O voo deve partir por volta das 14h de Campinas (SP).

De acordo com o governo do Amazonas, o oxigênio que chegou hoje de Belém foi comprado da fornecedora White Martins e já começou a ser distribuído nas unidades de saúde.

* Com reportagem de Amanda Rossi, do UOL, em São Paulo

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();