MP-SP suspeita de pornografia infantil ligada a Luciano Ayan do MBL


Empresário é ligado ao Movimento Brasil Livre (MBL)

O Ministério Público de São Paulo pediu a abertura de um inquérito para apurar o material apreendido em julho com o empresário Luciano Ayan, ligado ao Movimento Brasil Livre (MBL). Técnicos do Ministério Público de São Paulo identificaram material pornográfico aparentemente envolvendo crianças e adolescentes.

Marcelo Mendroni, do Grupo Especial de Delitos Econômicos do MPSP, pediu pediu que a Justiça investigue Ayan, com base no Estatuto da Criança e do Adolescente. O caso foi divulgado pelo divulgado pelo site Senso Incomum.

Mendroni é o promotor responsável pela operação que investigou integrantes do Movimento Brasil Livre (MBL). Em um documento, ele falou sobre o material encontrado na casa de Ayan, cujo verdadeiro nome é Carlos Augusto de Moraes Afonso, após ordem de busca e apreensão determinada pela Justiça.
– Foi coletada farta quantidade de material pornográfico em poder de Carlos Augusto de Moraes Afonso envolvendo adultos (conduta atípica), mas, como parte do material também contêm fotos/vídeos aparentemente de crianças e/ou adolescentes, se faz necessário aprofundamento das investigações acerca desta conduta – disse Mendroni.

FONTE:  PLENO.NEWS

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();