Prefeito enfrenta João Doria e libera uso da cloroquina para tratar pacientes com coronavírus

Cidade de Mirandópolis segue decreto de Jair Bolsonaro.

O prefeito de Mirandópolis (SP) Everton Sodario decidiu seguir a recomendação do governo federal e autorizar a compra e a prescrição da hidroxicloroquina para o tratamento de pessoas com Covid-19. A decisão de Sodario contraria a vontade do governador João Doria, que afirmou que não irá liberar o medicamento no estado caso Bolsonaro edite um decreto autorizando seu uso.

Na portaria, o prefeito embasa sua decisão no parecer do Conselho Federal de Medicina, que autorizou o uso da cloroquina e seus derivados no tratamento do novo coronavírus.



No documento, Sodario autoriza o município a adquirir o fármaco seguindo os trâmites burocráticos. A portaria também autoriza os médicos a prescreverem o medicamento mediante a necessidade do paciente.

O paciente terá que assinar um termo concordando com o tratamento prescrito e o remédio não poderá ser comercializado sem a devida receita especial de duas vias.

Fonte: PLENO.NEWS

Um comentário:

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();