Advogado de Moro já defendeu os corruptos Marcelo Odebrecht, Eduardo Cunha e Engevix na Lava-Jato

Sánchez também já defendeu a Engevix.

O ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, compareceu à sede da PF (Polícia Federal) em Curitiba para prestar depoimento no inquérito que apura as acusações de que o presidente Jair Bolsonaro tentou interferir politicamente nas investigações da PF (Polícia Federal).

O ex-ministro não chegou pela portaria principal, mas pelos fundos.

Um dos advogados dele já atuou na defesa do ex-deputado Eduardo Cunha e do empresário Marcelo Odebrecht no âmbito da operação Lava Jato, segundo informações de Lauro Jardim, do jornal O Globo.
LEIA TAMBÉM: 

Justiça federal suspende nomeação de militar Capitão do Exército para comando da Funai


Na época, Moro era responsável de julgar os processos quando titular da 13ª Vara Federal de Curitiba.

De acordo com Jardim, o nome do advogado é Rodrigo Sánchez Rios, secretário-geral da seccional paranaense da OAB.

Além dele, mais três advogados de um escritório criminalista fazem a defesa do ex-ministro.

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();