Procuradoria Geral Eleitoral: “PT abocanhou maior parte dos recursos oriundos da corrupção”


Procuradoria eleitoral deu parecer favorável a processo que pode levar à extinção do partido.

Em parecer do vice-procurador-geral eleitoral Renato Brill de Goés que admite a ação de cancelamento de registro de partido político do Partido dos Trabalhadores (PT), um ponto chama a atenção: o PT foi beneficiário da maior parte do valor desviado pelos esquemas de corrupção entre a Petrobras e grupo de empreiteiras.



Confira trecho do parecer da procuradoria-geral eleitoral:

“A investigação apontou que a Petrobras contratava suas obras de engenharia com um grupo de empreiteiras, que controlavam os preços e devolviam 3% de tudo o que recebiam aos corruptos, sendo que o Partido dos Trabalhadores abocanhou a maior parte dos recursos oriundos da corrupção.”
O parecer destaca também parcela da denúncia da Procuradoria-Geral da República (PGR) feita ao Supremo Tribunal Federal (STF), indicativa de que “os ilícitos imputados a dirigentes do Partido dos Trabalhadores “teriam sido praticados pelo menos desde meados de 2002 até 12 de maio de 2016, voltados especialmente para o recebimento de propina no valor de R$ 1,485 bilhão”.


Não restam dúvidas de que a facção criminosa chamada PT deve chegar ao fim no futuro próximo.

Fonte: mbnews.org

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();