Ciro Gomes pede prisão de padres e pastores que descumprirem quarentena e fizerem culto ou missa. Confira o Vídeo

Segundo o pedetista partido aliado do partido comunista Chinês, caso a quarentena não seja respeitada “podemos chegar a 1 milhão e 40 mil mortos no Brasil”.

O ex-candidato à presidência da República, Ciro Gomes (PDT) disse que pastores e padres devem ser presos casos descumprirem quarentena no estado do Ceará. 


A declaração foi feita em uma entrevista pela Internet. O ex-governador criticou os que defendem o fim do isolamento social e propagou números que podem atingir o Brasil caso não seja feita a quarentena. “Podemos chegar a 1 milhão e 40 mil mortos no Brasil”.

LEIA TAMBÉM: 

Banco Mundial classifica o Brasil como melhor país no combate ao Coronavírus

LEIA TAMBÉM: 

"Esposa de Dilma Roussef " desviou R$ 45 milhões para campanhas de Dilma de 2010 e 2014, diz Delcídio Amaral em Delação Premiada


Ciro Gomes defende que quem fizer manifestações públicas, como carreatas, devem ser contidos pela polícia. “Aqui no Ceará quem fizer [carreata], e já inclusive com ordem do Ministério Público, fazendo esse tipo de exposição do povo à morte, vai para cadeia”, disse.



O político acrescentou outras duas funções que deveriam ser presos. “Pastores, padres, ou seja quem for, felizmente não estamos precisando, só tivemos que conduzir coercitivamente para a delegacia um”, disse Ciro. “A gente tem que discutir com o nosso próprio governo [federal] coisas que são óbvias”, concluiu.
Veja o vídeo:

2 comentários:

  1. Nada mais socialista, leninista, trotskista, maoista e porcarias semelhantes... Nada de novo no curral da esquerda.

    ResponderExcluir
  2. Nada mais socialista, leninista, trotskista, maoista e porcarias semelhantes... Nada de novo no curral da esquerda.

    ResponderExcluir

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();