China sugere negar aos EUA remédios contra coronavírus

Mídia estatal afirmou que controle da exportação de fármacos poderia mergulhar EUA no “mar de coronavírus”.

Agora que o número de novos infetados com o novo coronavírus, Covid-19, está diminuindo na China, o partido comunista tem aumentado as ameaças contra o Ocidente, com um aviso sobre a escassez de remédios destinados aos Estados Unidos.

Em um artigo na Xinhua – a agência de mídia estatal, considerada o porta-voz do partido chinês, Pequim alardeou sobre como os cientistas chineses controlaram o Covid-19.



O texto também afirmava que o país poderia impor controles de exportação a produtos farmacêuticos, o que mergulharia os Estados Unidos em um “mar de coronavírus”.
Segundo a Fox News, a Administração de Alimentos e Medicamentos norte-americana já anunciou a escassez de medicamentos relacionados ao coronavírus.

Embora não tenha sido específica sobre o fármaco, enfatizou que não poderia acessar as substâncias necessárias porque são fabricadas na China.



Apesar de os Estados Unidos serem líderes globais em pesquisa, grande parte da fabricação de medicamentos está na China, que fornece entre 80% e 90% dos antibióticos aos EUA, segundo Yanzhong Huang, pesquisador do Conselho de Relações Exteriores.

O editorial da agência estatal chinesa termina fazendo criticas aos EUA e afirma que “o mundo deve um agradecimento à China”.

Fonte: gospeprime.com.br

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();