IMPUNIDADE: STJ mantém em liberdade ex-governador da Paraíba acusado de desviar dinheiro do hospital do câncer e da educação

Investigado por desvio de recursos, Coutinho chegou a ser preso em dezembro, mas foi solto por decisão liminar.

A Sexta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) entendeu, nesta terça-feira (18), que Ricardo Coutinho, ex-governador da Paraíba, pode aguardar em liberdade o processamento da ação penal a que responde no âmbito da Operação Calvário II.


Coutinho foi preso em 17 de dezembro, na sétima fase da operação Calvário, do Ministério Público e da Polícia Federal (PF). Ele foi solto dois dias depois por conta de uma decisão liminar do ministro do STJ, Napoleão Nunes Maia.
Coutinho terá que cumprir outras medidas cautelares, como a proibição de manter contato com os demais réus e de sair da Paraíba, informa a revista Veja.

Para os ministros do Tribunal, a ordem de prisão não demonstra “de maneira categórica” qual seria a atuação do ex-governador da Paraíba no esquema.


Já o Ministério Público afirma que Coutinho lidera uma organização criminosa acusada de desviar de R$ 134,2 milhões em verba destinada à saúde e à educação no estado.

Fonte: renovamidia.com.br

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();